Laboratória abre inscrições para o 7º bootcamp de programação front-end para mulheres

Após o primeiro ano de curso, a média salarial das formadas é em torno de 2,57 vezes superior ao salário antes de ingressarem na organização

Fernanda Solis, aluna da Laboratória, programando durante o bootcamp remoto

Mais de 20 mil vagas serão abertas no setor de tecnologia do país nos próximos meses. São Paulo deve abrir 9,8 mil postos de trabalho e Minas Gerais aparece com a expectativa de mil novos cargos, de acordo com levantamento realizado pela Tech Jobs Report 2021, da Gama Academy. 

No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 20% das pessoas que atuam na área tech são mulheres. Para mudar este cenário, a Laboratória, que acredita no potencial de mulheres da América Latina, abre processo seletivo na área de programação com foco em empregabilidade. 

O bootcamp permite às mulheres desenvolverem uma carreira transformadora em tecnologia com o aprimoramento de habilidades técnicas e socioemocionais para ingressarem no mercado tech. De acordo com o relatório “Analyzing the Social and Economic Returns of Laboratoria´s Bootcamp”, lançado recentemente, após o primeiro ano de treinamento a média salarial das graduadas é de US $970,61. Além disso, muitas mulheres não tinham renda fixa antes do curso, aumentando assim, ainda mais o impacto da organização. Por exemplo, das 250 formadas no Brasil, aproximadamente 60% não estavam trabalhando antes do bootcamp

Estar cursando o bootcamp da Laboratória significa estar o tempo todo entre mulheres extraordinárias e fazer parte de um grande projeto. Os primeiros meses de curso têm sido um mix de tudo isso e me sinto desafiada diariamente”, relata Magna Dutra, aluna que ingressou na sexta turma em junho de 2021. 

Veja também: 
Microsoft lança cursos gratuitos para capacitar 100 mil mulheres para o mercado de tecnologia

Ouça também nosso podcast:
Episódio – Elas na TI (Patrícia Souza)
Episódio – Garota da TI (Nathalia Crelier)

Aproximadamente 2.000 alunas já passaram pelo bootcamp no Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru, sendo que no Brasil mais de 90% ingressaram no mercado tech logo após a formação. Com o intuito de contribuir com o ecossistema corporativo, a Laboratória também conecta as graduadas com empregadores de vários setores e indústrias e já é vista hoje como fonte de talentos para mais de 750 empresas.

O curso, que tem início em janeiro de 2022, prepara as alunas para se tornarem desenvolvedoras front-end. Ele será remoto e a frequência das estudantes é obrigatória. Para se candidatar, a mulher precisa ter disponibilidade de se conectar ao curso cinco vezes por semana, de segunda a sexta, no período da tarde.  “Na Laboratória acreditamos que as limitações econômicas não devem ser uma barreira para o acesso a uma educação de qualidade e, por isso, as alunas não pagam nada durante o bootcamp. Depois de empregadas, fazem um pagamento que representa uma parte do custo total do curso, viabilizando assim a formação de outras mulheres”, afirma Juliana Facciolla, diretora institucional da Laboratória.

A Laboratória conta com o apoio do Facebook em mais uma edição do processo seletivo, parceria fundamental que ajuda a conectar a organização com mais mulheres que sonham em ingressar no mercado de tecnologia. 

Muitas mulheres nunca tinham visto uma linha de código na vida antes do bootcamp e hoje são grandes programadoras em mais de 50 empresas no Brasil. Não queremos que a falta de oportunidade seja uma barreira para as mulheres ingressarem no mundo da tecnologia”, finaliza Juliana. 

As inscrições e a etapa online do processo seletivo vão até dia 12/10 e, para se inscrever, basta acessar o site https://selecao.laboratoria.la/.

Critérios de seleção

  • Apresentar-se e identificar-se como mulher.
  • Ter 18 anos ao final do bootcamp, 
  • Ter cursado o Ensino Médio em escola pública ou em escola privada com bolsa integral.
  • Não estar cursando uma universidade durante o bootcamp, já que a formação requer dedicação integral.
  • Ter disponibilidade para frequentar as aulas 5 horas por dia (no período da tarde), 5 vezes por semana, durante 6 meses. As aulas serão remotas. 
  • Viver em território nacional.

Serviços
Data: janeiro 2022
Inscrições: de 19/07 a 12/10
Link: https://selecao.laboratoria.la/

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram
Luan Morais

Luan Morais

Analista de Suporte e Infraestrutura | Criador da página TI da Depressão | Fundador Hub da TI. Quer conversar sobre tecnologia? Manda um e-mail para: E-mail para: contato@techdicas.net.br
Luan Morais

Luan Morais

Analista de Suporte e Infraestrutura | Criador da página TI da Depressão | Fundador Hub da TI. Quer conversar sobre tecnologia? Manda um e-mail para: E-mail para: contato@techdicas.net.br