Consultoria americana cria projeto para ajudar empresas de TI do Brasil a vender nos EUA

Consultoria americana cria projeto para ajudar empresas de TI do Brasil
(Foto: Reprodução Computer World) 

As empresas brasileiras de tecnologia que miram o mercado externo para expansão dos negócios  já podem contar com um serviço de consultoria e intercâmbio para consolidar sua presença no exterior, principalmente nos Estados Unidos. A Dragonfly Consult idealizou um programa de intercambio e aprendizado “hands on” nos EUA, focado 100% em cultura de negócios em TI, para apoiar os empresários que buscam a internacionalização de seu negócio.

Muitas empresas de tecnologia participam de feiras e eventos internacionais, mas ao voltarem para o Brasil muitas vezes não conseguem retomar o contato por conta de barreiras culturais ou mesmo na dificuldade com o idioma. “Os empresários encontram problemas na hora que voltam ao Brasil e precisam fazer o acompanhamento dos eventos, pois não tem ninguém na equipe treinado na comunicação e que possa entender os mecanismos da cultura corporativa norte-americana, ou seja, desconhecem conceitos de como fazer negócios nos EUA”, ressalta Percy Lace, diretor acadêmico da Dragonfly.

Com um investimento inicial de US$ 100 mil, a consultoria se associou à ELS (English Language School), centro de aprendizado de idiomas, e desenvolveu um curso focado para profissionais de TI que queiram fechar negócios e parcerias nos EUA. O programa conta com o apoio da Softex, que desenvolve ações para promover as empresas brasileiras de TI no exterior em parceria com a Apex Brasil.

A Dragonfly quer ser um agente facilitador de negócios no mercado norte-americano e para isso vai oferecer um programa para ampliar a possibilidade das empresas brasileiras de tecnologia de fechar negócios internacionais. Ela vai oferecer o curso de imersão — inglês para profissionais de TI — e desenvolver habilidades necessárias para se concretizar negócios no mercado norte-americano. “O profissional estará 100% focado em aprender e desenvolver habilidades para fazer negócios nos Estados Unidos. O aluno permanecerá meio período em ambiente acadêmico, aprendendo modelos práticos de cada fase da negociação, e o restante do dia vai para um escritório compartilhado vivenciar o ambiente corporativo americano, quando poderá exercitar o que foi aprendido em aula, transformando o material acadêmico em algo prático e totalmente aplicável a realidade de cada empresa”.

A primeira turma está prevista para o mês de maio e o curso tem duração de quatro semanas com aulas no ELS Language Center de Houston, Texas, EUA. Atividades de segunda a sexta-feira pela manhã e, no período da tarde, o aluno poderá aplicar o conteudo aprendido com a vivência do ambiente de negócios americano no escritório compartilhado.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp
Share on telegram
Luan Morais

Luan Morais

Analista de Suporte e Infraestrutura | Criador da página TI da Depressão | Fundador Hub da TI. Quer conversar sobre tecnologia? Manda um e-mail para: E-mail para: contato@techdicas.net.br
Luan Morais

Luan Morais

Analista de Suporte e Infraestrutura | Criador da página TI da Depressão | Fundador Hub da TI. Quer conversar sobre tecnologia? Manda um e-mail para: E-mail para: contato@techdicas.net.br